Movimentos de Massa na Região Serrana do Rio de Janeiro: Fatores Condicionantes e Metodologias de Previsão

0
1

Coordenador: Prof. Nelson Ferreira Fernandes


A Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro, em especial os municípios de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo, encontra-se sujeita, devido às suas características geomorfológicas e de ocupação das encostas e dos fundos de vale, à ocorrência de movimentos gravitacionais de massa. O recente desastre de janeiro de 2011 representa apenas mais um evento dentro de um longo histórico de catástrofes que aconteceram nessa região durante as últimas décadas. Torna-se evidente, portanto, que as metodologias de previsão de áreas de risco hoje em uso pelas prefeituras têm se mostrado muito pouco efetivas. Dessa forma, o objetivo desse projeto é contribuir para o desenvolvimento de metodologias voltadas para a efetiva previsão de “quando” e “onde” esses eventos irão ocorrer no futuro, a partir de mapeamentos de campo e da implantação de modelos de previsão de áreas de risco a deslizamentos. A eficiência desses modelos será avaliada através da comparação entre as áreas definidas por eles como de risco e aquelas onde efetivamente ocorreram deslizamentos nas últimas décadas. Os resultados obtidos serão transferidos para as Defesas Civis dos municípios estudados. Este projeto integra, junto com outros do Departamento de Geografia/IGEO e da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) /UFRJ, o Programa “Mapeamento de Risco e Ordenamento da Paisagem na Região Serrana do Estado do Rio de Janeiro”, agraciado pelo Edital PROEXT-2011 do MEC-Secretaria de Educação Superior, com vigência em 2012.